ASSUNTOS INACABADOS | 20.03.16 | Pr. Leandro

banner destaque

ASSUNTOS INACABADOS

(Mensagem ministrada pelo Pr. Leandro em 20/03/2016)

Texto-base:
2 Samuel 13:20-22

O texto mencionado acima nos revela uma história de traição, ódio, revolta e morte. Ele conta sobre a violência sexual sofrida por Tamar, que foi violentada por seu meio-irmão, Amnom,ambos filhos do Rei Davi. O fato gerou uma revolta muito grande em Absalão, irmão de Tamar. O coração de Absalão encheu-se de ódio, e por dois anos ele alimentou o desejo de vingança, que foi consumada quando ele ordenou aos homens que estavam sob seu comando que matassem Amnom.

A história relatada pela Bíblia nos mostra o perigo quando assuntos ficam mal resolvidos, não sendo tratados; quando são simplesmente abafados. Por dois anos Absalão alimentou o desejo de vingança, o que contraria a ideia de que o tempo, por si só, pode curar feridas. Pelo contrário, dependendo das circunstâncias, o tempo pode apenas mascarar os efeitos que situações mal resolvidas causam, dando uma falsa sensação de que tudo está resolvido.
Entretanto, quando aquele assunto precisa ser enfrentado novamente, pode ressurgir com uma força destruidora.

Assuntos inacabados não são tratados quando fugimos deles. A “distância” para o assunto inacabado pode fazer cessar momentaneamente uma reação, mas isso não significa que a situação tenha sido tratada. Observe os textos abaixo:

2 Samuel 14:21-24, 28:
Vemos, aqui, resquícios de um assunto inacabado.

2 Samuel 14:29-33:
Fica evidente que um assunto inacabado pode ter a força de causar reações
desproporcionais se não for tratado.

2 Samuel Capítulo 15:1-12:
Os efeitos de um assunto inacabado se alastram com o tempo.

Quando essa bomba relógio poderia ter sido desativada? Se este assunto tivesse sido
tratado de forma adequada lá no ínicio, será que ele chegaria a esta proporção?
Existem dois ambientes que sofrem muito com os efeitos destrutivos de assuntos
inacabados: a família e a igreja. Deus, como Pai Celestial, quer remover tudo o que pode gerar deformidades no caráter e complicações nos relacionamentos.

“Esforcem-se para viver em paz com todos e para serem santos; sem santidade ninguém verá o Senhor. Cuidem que ninguém se exclua da graça de Deus. Que nenhuma raiz de amargura brote e cause perturbação, contaminando a muitos.” Hebreus 12:14,15

Posturas intencionais que a Palavra de Deus te impulsionam para que a sua jornada não seja um rastro de assuntos inacabados e seus efeitos maléficos:

“Quando vocês ficarem irados, não pequem. Apazigüem a sua ira antes que o sol se ponha e não dêem lugar ao diabo.” Efésios 4:26,27

“Se o seu irmão pecar contra você, vá e, a sós com ele, mostre-lhe o erro. Se ele o ouvir, você ganhou seu irmão.” Mateus 18:15

“Meus irmãos, não sejam muitos de vocês mestres, pois vocês sabem que nós, os que ensinamos, seremos julgados com maior rigor. Todos tropeçamos de muitas maneiras. Se alguém não tropeça no falar, tal homem é perfeito, sendo também capaz de dominar todo o seu corpo. Quando colocamos freios na boca dos cavalos para que eles nos obedeçam, podemos controlar o animal todo. Tomem também como exemplo os navios; embora sejam tão grandes e impelidos por fortes ventos, são dirigidos por um leme muito pequeno, conforme a vontade do piloto. Semelhantemente, a língua é um pequeno órgão do corpo, mas se vangloria de grandes coisas. Vejam como um grande bosque é incendiado por uma simples fagulha. Assim também, a língua é um fogo; é um mundo de iniqüidade. Colocada entre os membros do nosso corpo, contamina a pessoa por inteiro, incendeia todo o curso de sua vida, sendo ela mesma incendiada pelo inferno. Toda espécie de animais, aves, répteis e criaturas do mar doma-se e é domada pela espécie humana; a língua, porém, ninguém consegue domar. É um mal incontrolável, cheio de veneno mortífero. Com a língua bendizemos ao Senhor e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus.” Tiago 3:1-9

Deus sabe que somos ainda “inacabados”. Mas ele vai nos completando: “Estou
convencido de que aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus.” Filipenses 1:6

Quais os assuntos que estão inacabados em sua vida?

Existe alguém que você precisa procurar para resolver uma situação que ficou mal resolvida?

SÍNDROME DE NOEMI | 06.03.16 | Pr. André

pexels-photo-55367.jpeg

SÍNDROME DE NOEMI

(Mensagem ministrada pelo Pr. André em 06/03/2016)

Texto-base:

Rute 1:1-22

O que é uma síndrome?

Conjunto de sintomas que possuem origens distintas e caracterizam um estado de adoecimento específico.

A história de Noemi pode nos alertar sobre ENFERMIDADES DO CORAÇÃO, sobre a enfermidade dos relacionamentos com Deus e pessoas, e principalmente sobre a nossa humanidade diante das perdas.

Vamos olhar para o que aconteceu com Noemi, como ela reagiu e o que Deus faz e pode fazer.

Noemi enfrentou a crise da perda No capítulo um podemos ver pelo menos três grandes crises enfrentadas por Noemi.

Primeira crise: Fome na terra ou crise financeira (Rt 1:1-2) Uma crise financeira abateu a terra de Noemi. Belém não tinha alimento suficiente para o seu povo; a fome havia se espalhado. Elimeleque, marido de Noemi, levou toda a sua família de Belém para Moabe.

Segunda Crise: a morte do marido (Rt 1:3-4) Noemi sofreu uma dura perda na terra de Moabe. Ela perdeu o seu companheiro, marido, protetor, provedor, pai dos seus filhos. A Bíblia não fala sobre as reações de Noemi, ela simplesmente relata a perda. Após a morte do marido, Noemi e sua família continuou vivendo em Belém, e seus filhos tomaram mulheres em Moabe, casaram-se e, pelo que tudo indica, continuaram cuidando da sua mãe. A família ganhou duas novas integrantes: Órfa e Rute.

Terceira crise: Noemi perde seus filhos (Rt 1:4-5) A situação era grave, eram três viúvas na mesma casa. No contexto da época, a mulher da antiguidade era totalmente dependente do homem. Se não tivesse um filho para cuidar dela e não possuísse bens, ficaria reduzida a pobreza total. Muitas mulheres tinham apenas uma condição: entregar-se à prostituição. Mas Deus ainda tinha um novo capítulo para escrever na vida de Noemi.

Quais são as tuas crises? Qual a sua história? Há esperança para você!

 Noemi e suas reações emocionais

Noemi decidiu ficar sozinha (Rt 1:7-8)

“Vão! Retornem para a casa de suas mães!…

Existem algumas razões do porquê as pessoas buscam a solidão no meio da dor. Muitas vezes é uma reação de cansaço e desesperança. Para outros, é uma simples reação de “não estou aguentando mais ver ninguém, ouvir ou falar”. Para outros, simplesmente a vontade de ficar só, pois parece que ninguém poderá entender a sua dor. Para outros, é uma simples proteção, “não quero me ferir, nem ferir ninguém, nem mesmo ser um peso para ninguém”.

Como você reage às suas dores? Você costuma buscar o isolamento? Por que?

Noemi descreve o seu quadro de desesperança (Rt 1:11-13)

Noemi pinta um quadro de desesperança, de um futuro caótico e inalcançável. Noemi mostra aqui suas frustrações como quem gostaria de fechar toda oportunidade para argumentos de esperança, mostra que não havia saída para ela a não ser a solidão e a amargura e não quer que ninguém viva com ela essas dores. Talvez consciente ou inconsciente Noemi estava tentando proteger suas noras de uma vida amarga, como se ela fosse a culpada de tudo que lhe aconteceu.

Você se sente culpado pelo que aconteceu na sua vida? Você tem personalizado a sua dor em uma pessoa ou em si mesma?

A dor nos transforma. Noemi não se via mais a mesma. Noemi se sentia desprezada, não cuidado, não amada, roubada de suas riquezas físicas, emocionais e espirituais. A síndrome de Noemi tem haver com você ter vergonha do que se tornou ou do que lhe aconteceu. Noemi expressa isso ao se apresentar. Ela não se apresenta mais como Noemi, cujo o significado é agradável, doce. Mas se apresenta como Mara, cujo o significado é amargo, difícil de engolir.

Você tem vergonha da sua história? Você tem vergonha das tragédias que aconteceram em sua vida? Você se sente desamparado, negligenciado por Deus?

Noemi enfrentou a crise da perda, Noemi reagiu emocionalmente a essas dores, mas o que Deus fez por ela nessa tempo?

Deus colocou uma Rute na vida de Noemi.

“Então Noemi a aconselhou: “Veja, sua concunhada está voltando para o seu povo e para o seu deus. Volte com ela!” Rute, porém, respondeu: “Não insistas comigo que te deixe e que não mais te acompanhe. Aonde fores irei, onde ficares ficarei! O teu povo será o meu povo e o teu Deus será o meu Deus!“ Muitas vezes, Deus manifesta o seu amor e presença em um momento difícil através de uma Rute.

Tweet isso: Muitas vezes, Deus manifesta o seu amor e presença em um momento difícil através de uma Rute.

Uma Rute, para você nos dias de hoje, pode ser:

– Aquele amigo que não desiste de você.

– Uma célula, um grupo de pessoas que não desiste de você.

– Um pai ou uma mãe que decide insistir na sua vida e recuperação.

– Às vezes é um tio ou tia que olha com olhos espirituais para você.

– É um discipulador que não abre mão de acompanhar.

– Às vezes é aquela pessoa que vive insistindo para você sair de casa, conhecer novas pessoas.

– Um líder de célula que vive mandando msg.

– É um filho que não cessa de orar por você!

Quem é a tua Rute hoje?

Deus estava cuidando da vida de Noemi através da vida da Rute. Você consegue reparar nesse cuidado de Deus pela sua vida? Uma Rute é alguém que não vai nos deixar não importa o que aconteça.

Há esperança! Existe esperança para você! Deus pode não só te ajudar, como transformar você em um instrumento para abençoar está terra! Há esperança para você! Noemi enfrentou a crise da perda, e reagiu a essas perdas tentando ficar só, mostrando desesperança e vergonha, mas Deus mostrou sua ajuda com presença de um amigo, e Noemi foi abençoada ao aceitar a ajuda. Cada um de nós por mais comum ou “estranho” que pareça, somos insubstituíveis na história geral de Deus. Sua vida é importante para Deus! Independente da crise que você está enfrentando, Deus é poderoso para abençoar você com ajuda e ainda usar você para abençoar a história de muitas pessoas.

• Aceite a sua história. • Faça as pazes com sua história. • Aceite a ajuda de Deus e das pessoas (aceite um discipulador, desfrute de um relacionamento na sua célula). • Aceite o seu lugar na história de esperança de Deus nessa terra. • Viva com sua esperança viva em Jesus.

DEUS DE ENCONTROS | 27.02.16 | Pr. Leandro

pexels-photo

DEUS DE ENCONTROS

(Mensagem ministrada pelo Pr. Leandro em 28/02/2016)

Tudo começou com um encontro. Na criação do mundo, Deus cria o homem, Adão, e se encontra com Ele. Logo em seguida, já promove um outro encontro. Pra fazer isso, ele cria outro ser humano, Eva, pra que eles se encontrem. Esse encontro gera intimidade entre esses dois seres humanos, a partir desse relacionamento com o Deus que originou esse encontro. A Bíblia conta que se ouvia os passos de Deus no jardim quando soprava a brisa do dia.

VOCÊ JÁ SE ENCONTROU COM DEUS HOJE?

Da mesma forma que quando criou Adão Deus soprou em suas narinas o fôlego da vida, tu já encontraste com Ele hoje, pedindo: “Deus, sopra em mim a tua vida hoje”? É importante a gente perceber que, mesmo com essa intimidade de relação, Deus se encontrando pessoalmente com o ser humano, já houve uma recusa por parte do homem (Gênesis 3:8).

Apesar de, ao longo da história, o homem ter recusado este encontro com Deus, Ele continuou promovendo encontros com a humanidade, sendo que um desses aconteceu de forma inusitada: um bebê numa manjedoura (Fp 2:6,7). Um filho aprende vendo o seu Pai fazendo. Jesus, enquanto esteve aqui nessa terra, aprendeu com o próprio Deus a promover encontros, e o principal deles, o encontro da humanidade com Deus (Lc 19:10). Essa declaração foi do próprio Jesus falando do porquê ele ter vindo e vivido aqui!

Essa frase foi dita por Jesus num encontro com um homem corrupto dentro da casa desse homem. Jesus se encontrou com os excluídos, com os leprosos, com a mulher que era de um povo que tinha rixa com Israel e com a mulher adúltera. Jesus se encontrou com a viúva pobre e com o jovem rico. Jesus se encontrou com aquele menino dos cinco pães e dois peixinhos e se encontrou com o governador romano e com líderes judeus. Em todo seu tempo aqui Jesus promoveu encontros. Enquanto esteve aqui, ele afirmou: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim.” João 14:6

O encontro de Jesus com as pessoas trazia cada uma delas a um encontro com Deus. E na cruz, ato escancarado do amor da Trindade pela humanidade, ele personaliza isso de uma forma comovente. A cruz não foi “somente” um ato pra promover o reencontro da HUMANIDADE com Deus. Esse encontro não é em atacado, é pessoal. Jesus, pregado na cruz, conversa com os ladrões que estão na cruz ao lado. Um deles aceita o convite: Jesus, lembra-te de mim quando entrares no teu Reino. Como escolheu, por amor, ficar na cruz, Jesus marca um novo encontro com aquele homem, dessa vez na eternidade: “Eu lhe garanto: Hoje você estará comigo no paraíso.” Jesus aprendeu com o Pai Celestial e enquanto viveu por aqui, promoveu encontros.