Série Memorial | O CAMINHO DA RESTAURAÇÃO – Passo 2 | Pr André | 26.03.17

Série O CAMINHO DA RESTAURAÇÃO – PASSO 2
(Mensagem ministrada pelo Pr. André em 26/03/17)
João 11:1-7; 14-44

PASSO DA ESPERANÇA – Saindo da negação
Acredito de todo coração que Deus existe, que Ele se importa
comigo e que tem o poder para me ajudar em minha Restauração.

A negação nos impede de mover em direção à restauração. O antídoto para a negação é a dor. A dor é como um alarme indicando que tem algo errado na minha vida. Geralmente não mudamos até que a dor supere nosso medo de mudar. Deus tem três maneiras de destruir a NEGAÇÃO:

1. Crises    2. Confrontação   3. Catástrofe

1. RECONHEÇA A EXISTÊNCIA DE DEUS.
• Deus existe e Ele está transformando vidas hoje. (Rm 1:20; Sl 19; Sl 14:1)
• É absolutamente importante conhecê-Lo como Ele realmente é, não criando um deus feito a nossa imagem.

2. COMPREENDA O CARÁTER DE DEUS.
1. Deus SABE tudo sobre minha situação. (Sl 56:8; Sl 31:7, Sl 69:5)
2. Deus SE IMPORTA com a minha situação. (sl 103:13-14, Jr 31:3, Rm 5:8)
3. Deus pode ME MUDAR e mudar MINHA SITUAÇÃO. (Ef 1:19-20, Lc 18:27)

3. ACEITE A OFERTA DE DEUS.
• Quando convidamos o Espírito de Deus para entrar na nossa vida recebemos PODER PARA MUDAR e experimentamos AMOR VERDADEIRO. (Fp 2:13; Gl 5:22)
• Você não tem real controle até que Jesus Cristo esteja no controle da sua vida. Como eu me conecto com o poder de Deus? CREIA E RECEBA. (Is 43:2-3)

PERGUNTA DA SEMANA
O segundo passo no Caminho da Restauração é admitir que preciso de um PODER SUPERIOR – JESUS CRISTO, para me ajudar a mudar. Para vivenciar esse passo, preciso de uma pequena palavra: SOCORRO. A partir daí minha restauração não é mais simplesmente um problema de força de vontade, pois Deus diz: “Eu estarei com você!” Responda para si mesmo: Minha vida está conectada com o poder de Deus? O que me impede de pedir a ajuda de Deus?

PRA COMEÇO DE CONVERSA…
– A dor alguma vez já serviu de alarme na sua vida? O que Deus usou para chamar a sua atenção?

SOBRE O PASSO…
– Quando Deus se tornou mais real e mais pessoal na sua vida?
– Diante destas 3 frases, como você se sente? Compartilhe!

A) Deus sabe tudo sobre minha situação!
B) Deus se importa com a minha situação!
C) Deus pode me ajudar e mudar minha situação!

[   ] acredito totalmente
[   ] a frase é verdadeira, mas não é o que sinto na minha vida
[   ] não acredito que isto é uma verdade para minha vida
APLICAÇÃO PRA VIDA…
– Como você se sente acerca da oferta de Deus em lhe ajudar?
– Você já conectou sua vida a Ele?

PRÓXIMA SEMANA TEM…
PASSO 3 – O PASSO DO COMPROMISSO (Mateus 11:28-30)

Série Memorial | O CAMINHO DA RESTAURAÇÃO – Passo 1 | Pr Tércio | 19.03.17

Série MEMORIAL | O CAMINHO DA RESTAURAÇÃO
(Mensagem ministrada pelo Pr. Tércio em 19/03/17)
Isaías 57:18-19

PASSO 1 – PASSO DA REALIDADE – Reconheço que não sou Deus.
Reconheço que não sou Deus. Admito que sou impotente para controlar minha tendência
de fazer as coisas erradas e que a minha vida está fora de controle.

1. A CAUSA DE MEU PROBLEMA: MINHA NATUREZA PECAMINOSA.
Brincamos em ser Deus quando:
1. Tentamos controlar nossa imagem.
2. Tentamos controlar outras pessoas.
3. Tentamos controlar nossos problemas.
4. Tentamos controlar a nossa dor.

2. QUAIS SÃO AS CONSEQÜÊNCIAS DE TENTAR BRINCAR DE DEUS?
Quando tentamos brincar de ser Deus, quatro problemas se manifestam:
1. Medo (Gn 3:10)
2. Frustração (Rm 7:21,23; Sl 32:3)
3. Fadiga (Sl 32:4-5)
4. Fracasso (Pv 28:13)

3. A CURA
Admitir que não sou Deus significa saber que eu sou INCAPAZ…
1. …de mudar meu passado.
2. …de controlar outras pessoas.
3. …de lidar com meus hábitos.

PERGUNTA DA SEMANA
O primeiro passo no Caminho da Restauração é admitir que sou incapaz. A Bíblia diz que quando admito que sou fraco e dependente, aí é que eu encontro forças.
O que precisa ser mudado em minha vida? O que tento ignorar?
EM FAMILIA E NA CÉLULA

PRA COMEÇO DE CONVERSA…
Quando você era criança e brincava de esconde-esconde, onde você gostava de se esconder? Você gostava mais de se esconder ou de procurar? Por que?

SOBRE O PASSO…
– O que você mais tenta controlar: sua imagem, outras pessoas, seus problemas ou sua dor? Como?
– Se você pudesse medir estes quatro elementos na sua vida – medo, frustração, fadiga, fracasso – que nota (entre 1 a 10) você daria para cada um deles?
– O que significa para você admitir que não é Deus?

APLICAÇÃO PRA VIDA…
Existe algo na sua vida que você tenta ignorar e que precisa ser mudado? Como Deus pode lhe ajudar?

PRÓXIMA SEMANA TEM…
PASSO 2 – O PASSO DA ESPERANÇA (Hebreus 11:6)

TENHA ESPERANÇA | Pr Shane + O PADRÃO DE DEUS PRA FAMÍLIA | Pr Tércio | 12.03.17

TENHA ESPERANÇA, DEUS ESTÁ AGINDO

(Mensagem ministrada pelo Pr Shane em 12/03/17 – noite)

Êxodo 15:22

Por muitas vezes, ao longo de nossa jornada, enfrentamos situações difíceis, que nos levam para o “deserto”, um lugar árido e com extremas dificuldades, onde a nossa fé e obediência são testadas. Nesses momentos, precisamos estar atentos a tudo que Deus nos fala, anotarmos as experiências e aquilo que elas nos ensinam. Eis algumas verdades que a jornada no deserto nos ensina:

1) Não desista; persista. 2) Não reclame; clame. 3) Obedeça e cresça.

1) Não desista; persista. Depois de cruzar o Mar Vermelho, o povo caminhou pelo deserto por três dias sem encontrar água (v. 22). Quando chegaram a um lugar chamado Mara, encontraram água. Todavia, não podiam beber pois eram águas amargas. A reclamação que se ouviu entre o povo certamente era fruto das falsas expectativas criadas: (1) quem nos livrou do Egito nunca nos conduziria intencionalmente para o deserto. (2) Deus não nos levaria a águas amargas. Mas observemos o texto de Tiago 1:2-4 e 2 Timóteo 3:12. A verdade é que Deus estará conosco em qualquer situação.

2) Não reclame; clame. Quando o povo estava diante das águas amargas, da sede e do desespero, era importante lembrar que, três dias antes, eles haviam sido libertos das mãos de Faraó milagrosamente, e eles haviam celebrado este livramento (Êx 15:1). Moisés havia entendido que, em tempos de crise, é “cantar” ou “clamar”. Da mesma forma, quando estamos no deserto, enfrentando situações difíceis, precisamos nos lembrar que já fomos libertos da escravidão, e já enfrentamos outras situações igualmente difíceis, e em todas elas Deus estava ao nosso lado.

3) Obedeça e cresça. Na jornada do deserto, Deus está, em todo tempo, se revelando, nos direcionando, nos testando. Ao povo, ele deu ordenanças e leis que deveriam ser obedecidas (Êx 15:25, 26). O resultado deste processo foi o descanso em Elim, onde havia “doze fontes de água e setenta palmeiras” (Êx 15:27). a obediência nos leva ao crescimento, e a desfrutarmos da graça de deus sobre nossas vidas.

E daí? 1) Deus, me ajude a não desistir quando você me leva para o deserto para aprender. 2) Deus, me ajude a abandonar a reclamação em favor do clamor. 3) Deus, no meio deste deserto, revele a sua vontade e direção para minha vida, pois quero obedecer e crescer.

O PADRÃO DE DEUS NA CONSTRUÇÃO DE UMA FAMÍLIA

(Mensagem ministrada pelo Pr Tércio em 12/03/17 – manhã)

Texto-base: Gênesis 24

Nosso país, no que diz respeito à família, ao papel do marido e da mulher, à aliança conjugal, perdeu a referência do plano divino e vive uma grande crise. As pessoas estão perdidas, “como ovelhas sem pastor” e a restauração do ser humano começa pela base da família. Como está o seu padrão de casamento e formação da familia?

1) Você precisa clamar a Deus pra que ele escolha um homem/mulher onde o padrão da relação tem por base o mesmo Deus (mesmo coração e valores). Todo o bom RELAcionamento passa por RALAcionamento. Porém, como não há comunhão entre luz e trevas, quando não existe unidade neste princípio, não há unidade da solução dos conflitos.

2) Oração: ore e peça a confirmação de Deus. Não confie na tua visão e pensamentos. Fale com Deus, peça sinais dele e confie à Ele o seu pedido. Reconheça sua limitação e peça a Ele que confirme os planos. Sem confirmação, não avance.

3) Celebre as maravilhosas obras de Deus!

4) A família acolhe a relação. Não são mais dois apenas, mas as famílias são unidas. E quando Deus está no controle e abençoa, é Ele quem faz o que for preciso para que os pais abençoem a união, mesmo diante de sentimentos e situações contrárias.

5) A história se torna testemunho da ação de Deus e a relação é reconhecida por outros, de que Deus está nela. O que Deus quer construir em você e através de você é pra testemunhar da ação dele.

6) A promessa de Gênesis 2:24 é cumprida. Tornar-se um é enfrentar a vida e seus desafios como casal e não com o sustento e segurança dos pais.

7) Quando duas pessoas são unidas debaixo da unção de Deus, a relação da entrega é tão poderosa que as dores da alma são preenchidas pelo poder desse amor.

Série MEMORIAL | Pr Tércio | 05.03.17

Série MEMORIAL
(Mensagem ministrada pelo Pr. Tércio em 05/03/17)

Hoje estamos abrindo uma série anual que vai envolver pelo menos 5 séries de mensagens embaixo dela!
A partir da vivência de séries e valores consolidados na IBMS nos últimos 16 anos, divididas em 5 módulos (Restauração, Influência, Propósitos, Família e Mordomia), a proposta da série “Memorial: Nossa história. Nosso futuro”é que cada um tenha a chance de se perceber parte dos feitos de Deus em nossa história.

Muitos aqui não vivenciaram essas séries (pelo menos 70% da igreja) e este ano terão a oportunidade de irem conosco até cada um desses ambientes que nos trouxeram até aqui e fazerem os seus próprios marcos, memoriais…colocarem suas próprias pedras dizendo: Deus passou aqui na minha vida, Deus me visitou, Deus falou comigo, Deus me tocou e fez algo transformador…Fez algo em mim e fez algo no nosso meio…e foi poderoso e eterno. (tudo o que Ele faz dura para sempre – Ec. 3.14)

Será Um ano especial! Um ano de RETROSPECTIVA E PERSPECTIVA. LEMBRAR PARA AVANÇAR.

Cada uma dessas séries de mensagens traz conteúdos, Palavras de Deus, direção, orientação, exortação, visão que responde a pergunta: COMO CHEGAMOS AQUI?

O que vamos fazer com estas séries é pegar na sua mão e contar a você o que ao longo dos nossos anos aqui, Deus já fez! Ele já realizou tantas maravilhas entre nós, milagres, exortações, disciplinas, ações de Unidade do Seu Povo, que CREMOS, é só por isso que chegamos até aqui…

Mas queremos avançar…e queremos seguir em frente com todos vocês… por isso a pergunta:

PARA ONDE VAMOS?

Como o nome e significado sugerem, a série também se propõe a nos impulsionar a descobrir e viver o que Deus tem para nossa igreja no futuro, onde os valores e princípios revelados são a base do sonho e visão para os próximos anos.

Memorial: nossa história e nosso futuro focados em Jesus!
Deus sempre deu importância à memória que o Seu povo fazia dEle e dos Seus feitos. É fundamental que possamos reter as obras de Deus em nossas vidas, saber de onde Ele nos tirou, nos lembrando de tudo o que recebemos do Senhor, para não nos tornarmos espiritualmente infiéis e não nos distanciarmos do relacionamento com Ele. Deus nos exorta a não esquecermos Dele e dos Seus feitos.

Os altares e memoriais descritos na Bíblia foram instituídos por Deus a fim de nos convidar a nos lembrarmos Dele, e levarmos as gerações futuras a saber o que Ele fez no meio do Seu povo e que por isso podemos confiar Nele.

Vamos examinar três memoriais erguidos pelo povo de Israel registrados no livro de Josué. Eles podem nos inspirar profundamente.
1. MEMORIAL DO IMPOSSÍVEL (Josué 3 a 4.9)
Deus faz o milagre de abrir o Rio Jordão e o capítulo 4 registra o momento em que o próprio Deus ordena Josué escolher 12 homens, um de cada tribo e apanhar 12 pedras do meio do Jordão e levar com eles para o local onde eles passariam a noite. Josué obedece e depois explica ao povo: “Elas servirão de sinal para vocês. No futuro, quando os seus filhos lhes perguntarem: “O que significam essas pedras?” Respondam que as águas do Jordão foram interrompidas diante da Arca do Senhor. Quando a arca do Senhor atravessou o Jordão, as águas foram represadas. Essas pedras serão um MEMORIAL perpétuo para o povo de Israel.”

Dois princípios sobre este memorial:
– O memorial servia de sinal para que não esquecessem do poder de Deus.
– O memorial tem objetivo de que as gerações futuras, filhos, soubessem que o Deus que os seus pais serviam e amavam era o DEUS QUE FAZ O IMPOSSÍVEL.

Quais são os memoriais da família?
2. MEMORIAL DA DISCIPLINA (Josué 7)
Após a conquista de Jericó, a nação de Israel sofreu uma grande derrota. Para conquistar a cidade de Aí, foram enviados 3.000 homens para a batalha. Todavia, foram derrotados, e, após uma vitória que parecia impossível, sofreram uma derrota humilhante, devido ao pecado oculto no meio do povo. Deus então orienta Josué a como encontrar aquele que havia pecado, desobedecido a ordem do Senhor. Havia sido Acã. Ele havia pecado e todo o povo sofreu por isso. Depois que Acã confessa, ele e toda a sua família é apedrejada e queimada.

Princípios:
– Deus é Santo e não vai nos abençoar nas nossas batalhas enquanto não retirarmos do nosso meio o que Deus já mandou jogar fora da nossa vida.
– O meu pecado oculto e a minha desobediência a Deus afeta todo o povo de Deus.
– Deus nunca deixa impune um filho seu que o desobedece.

Ali, sobre aquele lugar, foi erguido um memorial que existe até hoje (o memorial da disciplina). Toda vez que o povo de Israel passasse por lá, lembraria que Deus espera do Seu povo obediência e que a desobediência a Deus traz como resultado a disciplina dura de Dele. Precisamos entender que o Deus de graça e perdão é o Deus também que é Santo e não aceita a desobediência como adoração.

3. MEMORIAL DA UNIDADE ESPIRITUAL (Josué 13 e 22)
Josué já estava velho e Moisés já havia designado as terras para a tribo de Rúben, Gade e a meia tribo de Manasses. Mas Deus manda que Josué entregue a herança para as outras nove tribos e meia. Josué fez tudo conforme o Senhor lhe orientou e o capítulo 21 você lê a narrativa da conclusão desta vitória completa que Deus deu ao povo de Israel: “Assim o Senhor deu aos israelitas toda a terra que tinha prometido sob juramento aos seus antepassados, e eles tomaram posse dela e se estabeleceram ali. O Senhor lhes concedeu descanso de todos os lados, como tinha jurado aos seus antepassados. Nenhum dos seus inimigos pôde resistir-lhes, pois o Senhor entregou todos eles em suas mãos. De todas as boas promessas do Senhor à nação de Israel, nenhuma delas falhou; todas se cumpriram.”
Josué 21:43-45

O que Deus estava ensinando ao povo? “Embora não estejamos do lado oeste do Jordão, vamos continuar juntos, servindo, adorando, prestando culto, ofertas ao mesmo Deus.”

Quando chegaram a Gelilote, perto do Jordão, em Canaã, as tribos de Rúben, de Gade e a metade da tribo de Manassés construíram um imponente altar ali, junto ao Jordão. Esse terceiro memorial era um testemunho daquelas duas tribos e meia de que eles não iriam abandonar o Deus de Israel, ao contrário, eles estavam levantando aquele memorial para deixar claro que eles eram um povo só, com um único Deus a ser adorado. Era um altar de testemunho entre as doze tribos de unidade espiritual. Como igreja, precisamos levantar este tipo de memorial.

Foram três memoriais importantes na história do povo de Deus que hoje tomamos como lição para a nossa jornada como igreja e pessoal. Eles têm muito significado na história de Israel, e nos fazem lembrar:
– do poder de Deus para realizar o impossível;
– que Deus é justo e disciplina os seus filhos que deliberadamente escolhem esconder a capa em desobediência;
– que na terra pagã continuaremos juntos, como povo de Deus, independente da nossa geografia, adorando apenas a Jesus de Nazaré.

DEUS PROVEDOR | Pr Ranulfo | 26.02.17

DEUS PROVEDOR
(Mensagem ministrada pelo Pr. Ranulfo em 26/02/2017)
Texto-base: Gn 22:1-19

A história de Abraão com seu filho Isaque nos revela um exemplo de fé. Abraão foi um homem que ouviu Deus, mas não apenas isso. Ele também obedeceu. E Deus revelou-se a ele como um Deus provedor. E da mesma maneira que Deus cuidou de Abraão, Ele também cuida de nós. Ele nos convida para vivermos e andarmos com Ele, confiando no Seu cuidado e proteção. Quais são as lições que Deus quer nos ensinar nesta historia para serem aplicadas em nossos corações?

1) Dependa totalmente de Deus.
Se você encontra-se debaixo da ordem de Deus, em obediência, fique tranquilo pois Ele se manifestará na sua vida com Sua provisão; assim como fez com Abraão, providenciando o cordeiro para o sacrifício.

2) A provisão de Deus está no lugar que Ele determinou para você estar.
A provisão de Deus não vai alcançar você se estiver no lugar errado. Abraão estava no lugar onde Deus havia determinado. Você pode estar no lugar errado esperando a provisão chegar. Todavia, ela não chega, pois você está no lugar errado, e por isso, você pode estar batendo na porta errada.

Onde você está hoje? Forçando uma porta que Deus não quer abrir? Forçando um relacionamento que Deus também já disse não estar?
Estar fora do lugar determinado por Deus nos faz perder a Sua provisão.

3) A provisão de Deus sempre chega na hora certa.
Nem um minuto antes, nem depois. Ele chegará na hora exata. Muitas vezes, Ele espera até o último momento para revelar Sua bondade e graça (Hb 4:16). Deus quer nos ensinar que o controle não é nosso. Se estivermos no lugar certo, dentro da Sua vontade, a provisão divina chegará no tempo certo.

4) A provisão de Deus ocorre de forma simples e natural para suprir as nossas necessidades, e não desejos.
O que Abraão precisava era de um animal, e não de um rebanho. O que ele viu naquele dia era um animal, que supriu as suas necessidades. Deus vai agir de maneira simples para trazer Sua provisão, e às vezes, de maneira inesperada.

5) A provisão de Deus é para aqueles que confiam e obedecem.
Deus falou com Abraão e ele imediatamente confiou e obedeceu. A provisão divina é para aqueles que não tem medo de andar pela fé.

Diante deste cenário de crise em que vivemos, precisamos, todos os dias, confiar na
provisão divina, que, no tempo certo, chegará para suprir as nossas necessidades.