Série UMA VIDA COM PROPÓSITOS | Vivendo com Propósitos | Pr Tércio | 24.09.17

VIVENDO COM PROPÓSITOS
Atos 13:36
Viver com propósito é a única maneira de viver de verdade.
O restante é apenas existir.

A maioria das pessoas luta com as três questões básicas da vida. A primeira é a identidade: “Quem sou eu?” A segunda é a importância: “Tenho algum valor?” A terceira é o impacto: “Qual o meu lugar na vida?” As respostas a todas as três perguntas são encontradas nos cinco propósitos que Deus tem para você. Depois de saber o que Deus quer que você faça, a bênção igualmente chegará quando você puser em prática o que aprendeu. Ao fim de nossa jornada de 40 dias, você agora conhece o propósito de Deus para sua vida e será abençoado se o praticar. É fácil se desviar do que realmente importa e lentamente abandonar o caminho. Para evitar que isso aconteça, faça uma declaração de propósitos para a vida e examine-a regularmente.

O que é uma declaração de propósitos? É uma declaração que resume os propósitos de Deus para a sua vida. Você afirma com as próprias palavras seu compromisso com os cinco propósitos, levando em consideração cinco questões:

1. O que será o centro da minha vida? Essa é a questão da adoração. Para quem você viverá? Em torno do que você construirá sua vida?
2. Qual será a marca distintiva da sua vida? Essa é a questão do discipulado. Que tipo de pessoa você será? Deus está muito interessado em quem você é do que no que você faz.
3. Qual será a contribuição de minha vida? Essa é a questão do serviço. Qual será seu ministério no corpo de Cristo? Qual seria o seu papel mais adequado na família de Deus? Como você poderia fazer diferença? Existe algum grupo específico no corpo de Cristo em que possa servir com sua formação?
4. Qual será a mensagem de minha vida? Essa é a questão da sua missão com os não cristãos. Sua declaração de missão faz parte de sua declaração de propósitos. Ela deve incluir o compromisso de compartilhar seus testemunho e as boas-novas com outras pessoas.
5. Qual será a comunidade da maminha vida? Essa é a questão da comunhão. Como você vai demonstrar seu compromisso com os outros irmãos e sua ligação com a família de Deus? Onde você irá praticar com os outros cristãos os mandamentos recíprocos, do tipo “uns aos outros”?

Um dia, Deus irá analisar nossas respostas a estas questões da vida: Você pôs Jesus no centro da sua vida? Você desenvolveu seu caráter? Você dedicou sua vida a servir os outros? Você comunicou a mensagem do Senhor e cumpriu a missão que Ele lhe deu? Você amou e fez parte da família de Deus? Essas serão as únicas questões relevantes, como disse Paulo: “Nosso objetivo é estar à altura do plano de Deus para nós” (2 Co 10:13).

PARA MEDITAR: Quando dedicarei um tempo para escrever minhas respostas às cinco grandes questões da vida? Quando colocarei meu propósito no papel?

Série UMA VIDA COM PROPÓSITOS | VOCÊ FOI FEITO PARA UMA MISSÃO | Pr Shane | 17.09.17

VOCÊ FOI FEITO PARA UMA MISSÃO

(Mensagem ministrada pelo Pr. Shane em 17/09/17)

João 4:1-42

 “Viva de tal maneira que quando chegar o momento de morrer, não tenha mais nada para fazer, senão morrer.”

Jim Elliot

     Você conhece a tensão, a luta interior entre a vida que você vive hoje e a vida que sempre almejou descobrir. A sensação que você foi criado para mais, para viver uma história significante e deixar um impacto na vida de pessoas. Toda sua jornada te trouxe para este momento, para a compressão de que o que fazemos nesta vida ecoa na eternidade. Esta nova vida só chegará com a morte da antiga. Mas ressurreição e glória esperam aos que vivem pela fé. Esta nova vida se multiplicará em ações de amor e resgate, pois você lembra de onde Deus te tirou. Pessoas que te fizeram mal, te desrespeitaram, roubaram, traíram ou abandonaram, estes serão seus alvos de amor. Porque você foi moldado para servir, pagar o preço e perdoar. Isso é o evangelho vivo. Viver como servo é devolver o mal com o bem falando a boa notícia que traz esperança. Você pode ser a única Bíblia que alguém vai ler, o único Jesus que podem enxergar. Pela fé, podemos ver a nossa cidade sendo impactada pelo corpo de Jesus, cheio de vida e propósito, amando, cuidando e multiplicando discípulos de Jesus, aqui, onde acordamos todo dia para uma grande aventura, e até os confins da terra. Um povo que entende que fomos feitos para uma missão.

      Precisamos ter em mente que cada cristão é um ministro dentro da igreja local, e um missionário no mundo. Precisamos assimilar que “a Grande Comissão não é a Grande Sugestão.” Não fazer simplesmente algo pontual, mas precisamos ser missionários. Não podemos apenas participar de um evento, mas sim estarmos disponíveis. Não podemos apenas doar algo, mas dispormos do nosso tempo e recursos. A questão é que missões deve ser visto como uma MISSÃO DE VIDA. Para tanto, observe os seguintes princípios:

  1. ESTEJA SEMPRE ATENTO AS OPORTUNIDADES DA VIDA (
Jo 4:31-33)
  2. TENHA DISCERNIMENTO QUANTO AS PRIORIDADES
 DA VIDA (Jo 4:34)
  3. TENHA SENSIBILIDADE PARA VER COM OS OLHOS DA FÉ (
Jo 4:35)
  4. SINTA-SE REALIZADO EM FAZER A SUA PARTE NA TAREFA (Jo 4:36-37)
  5. SIRVA SEMPRE COM A 
VISÃO DO TODO (
Jo 4:38)
  6. CREIA NO PODER DO TESTEMUNHO DE UMA VIDA TRANSFORMADA (
Jo 4:39)

 

PERGUNTA PARA MEDITAR: Que temores me impedem de cumprir a missão da qual fui incumbido por Deus? O que me impede de contar aos outros as boas-novas?

 

O LEGADO DE UM LÍDER | Pr. Armando Bispo | 10.09.17

O LEGADO DE UM LÍDER

(Mensagem ministrada pelo Pr. Armando Bispo em 10/09/2017)

Texto-base: Atos 20:36-37

Para começo de conversa… qual o legado que você quer deixar para as futuras gerações?

O apóstolo Paulo, ao passar por Éfeso, causou uma grande comoção entre os líderes daquela igreja, afirmando que estava indo para Jerusalém, e que nenhum daqueles homens novamente veria a sua face. Mas por que eles estariam tão comovidos? Pela declaração que não veriam mais Paulo? Não era só pela presença física. A comoção era por um legado deixado ao longo de um tempo e definido por elementos que precisamos ter em nossas vidas.

Todos nós estamos construindo um legado – algo que ficará para as próximas gerações: o legado do esquecimento, o legado da gratidão, o legado do exemplo, o legado da conquista, o legado da corrupção. O que fazemos agora, ou o que fizemos no passado, será, de algum modo, avaliado pelo impacto que causamos nas pessoas. Com base no texto lido, qual o legado deixado por Paulo para a igreja em Éfeso?

  1. Paulo esteve com eles todo o tempo (vs. 18). Paulo se relacionava com pessoas. Não somos mestres, atalaias ou os visionários impessoais indicando a direção ou repassando conteúdo bíblico. Pelo contrário, o legado fica quando há aprendizagem relacional. O convívio, proximidade e comunhão fazem o melhor meio de influenciar e liderar pessoas. A proximidade torna o nosso discurso mais do que real. Torna-o restaurador.
  1. Paulo não se esquivou de falar a verdade (vs. 20). Paulo não deixou de falar a verdade mesmo em prejuízo próprio. O líder é responsável pelo alinhamento da liderança e do rebanho. Não pode faltar o amor que disciplina, e é severo quando necessário.
  1. Paulo anunciou o Evangelho (vs. 21). Paulo deixou um legado de amor pelo perdido, pela cidade, por todos. Não bastava classificá-los e se manter distante, judeus e gregos ouviram sobre arrependimento e fé. Usemos todos os meios disponíveis para que o plano de salvação seja anunciado. A igreja moderna, revolucionária, não pode negligenciar o escândalo da cruz.
  1. Paulo seguiu a direção do Espírito (vs. 22-24). Paulo esteve debaixo da direção do Espírito Santo. Ele falava em cadeias e tribulações. Nossa caminhada sempre envolve algum tipo de sofrimento. Uma resignação, uma decepção, uma confissão, um desastre, um teste da nossa fé. Deus tem suas maneiras de nos testar e corrigir. A vida nem era mais importante do que o cumprimento da missão que Deus dera a ele – Testemunhar do Evangelho da graça de Deus. O legado de Paulo incluía obediência à direção do Espírito Santo. O segredo do seguir é estar perto o suficiente do Senhor para ouvir o seu sussurro e prontamente atender ao seu chamado.
  1. Paulo deixou uma igreja baseada na Palavra de Deus (vs. 32). Paulo se preocupou em fazer da Palavra o centro de autoridade e fonte de edificação do povo de Deus. O legado dos programas e métodos vão se diluir no tempo, mas o que fazemos com a Palavra durará para a eternidade (vida ou morte). Só a Palavra transforma e restaura o ser.
  1. Paulo deixou a igreja com a sua consciência limpa (vs. 33, 34). Paulo deu mais do que recebeu. Não foi uma simples troca. Sua consciência estava tranquila.
  1. Paulo deixou um exemplo de amor. Todos nós vamos morrer, as chances são quase 100%, mas será que temos algo pelo qual estaríamos dispostos a morrer hoje? Paulo disse que estava disposto a dar a sua própria vida pela igreja de Cristo. Pode não haver uma situação social ou política que exija a morte, mas o nível de sacrifício deve estar presente em tudo o que fazemos.

 

Série UMA VIDA COM PROPÓSITOS | Criado para ser semelhante a Cristo | Pr Ranulfo | 03.09.17

CRIADO PARA SER SEMELHANTE A CRISTO
(Mensagem ministrada pelo Pr. Ranulfo em 03/09/17)
Colossenses 2:7

Deus disse “façamos o homem conforme a nossa imagem, e semelhança”. Na sua criação, Deus nos dotou de inteligência e ser como Ele na capacidade de se relacionar, de dar e receber amor. Mas tivemos esta imagem distorcida, pelo pecado. Seu plano foi enviar Jesus para restaurar a nossa imagem desfigurada. Na conversão, recebemos pela fé, a maior expressão de amor que o mundo já viu. Somos desafiados pelo Espírito Santo a viver uma vida de transformação, de dentro pra fora, onde a maior transformação que Ele quer realizar é construir e fortalecer o nosso caráter à semelhança de Cristo. Este processo de transformação é o que chamamos de santificação (viver separado para Deus e seus propósitos). É quando somos intencionais com atitudes e ações opostas ao pecado. E quando essas transformações começam a acontecer dentro da gente, é um sinal que estamos crescendo.

COMO CRESCEMOS?
Temos que querer, decidir e persistir em crescer, pois nos tornamos aquilo com que estamos comprometidos. O crescimento espiritual é um esforço de cooperação entre mim e o Espírito Santo.

1) CRESCEMOS TRANSFORMADOS PELA VERDADE (João 8:32,36)
Nossas decisões não devem ser pautadas por critérios duvidosos como a cultura pós moderna (todo mundo faz), a tradição (sempre fizemos isso), a razão (isso parece lógico) ou a emoção (parece-me a coisa certa). Esses critérios foram corrompidos pelo pecado. Definimos a Bíblia como autoridade para as decisões a serem tomadas com discípulos.

2) CRESCEMOS TRANSFORMADOS PELAS PROVAÇÕES (João 16:33 / Hebreus 12:2)
Na vida temos problemas. Alguns grandes outros pequenos, mas todos são usados para forjar nosso caráter. Quando passamos por um problema difícil e decidimos buscar a Deus, é neste exato momento que temos as experiências mais íntimas e profundas com o Pai. É quando somos capazes de fazer a oração mais sincera e corajosa da vida, quebrantados pela dor e sofrimento: “seja feita a Tua vontade”.

3) CRESCEMOS TRANSFORMADOS PELA TENTAÇÃO (Tiago 1:13 / Mateus 26:41)
A tentação é uma oferta diabólica para fazer o que vai ferir o coração de Deus. Não está ao nosso redor, mas começa dentro de nós. Ser tentado não é pecado. Jesus foi tentado, mas não pecou. A tentação só se torna pecado quando cedemos a ela. Mas Deus permite as tentações na nossa vida também para desenvolver o caráter de Cristo em nós, quando temos a oferta para fazer o mal e escolhemos fazer o bem.

PERGUNTA CHAVE Tornar-se semelhante a Jesus dói porque precisamos morrer para nós mesmos, para viver os propósitos de Deus. Em qual área de minha vida preciso pedir ao Espírito Santo para me tornar mais semelhante a Cristo?