Série ATIVADOS | Ativados para multiplicar o amor e o Reino de Deus | Pr. Márcio Pisoni|23.02.20

Ativados para multiplicar o amor e o Reino de Deus
Texto-base: João 6.1-13
O texto nos apresenta três atitudes multiplicadoras.
1) Perceber
O que é percepção? Percepção é a função cerebral que atribui significado a estímulos sensoriais, a partir de histórico de vivências anteriores. O processo perceptivo é uma ferramenta fundamental nos relacionamentos pois aguça a interpretação de sinais interiores e exteriores.
Exemplos de percepções sobre aquele contexto:
a) Percepção de Jesus
João 6.6: “Fez essa pergunta apenas para pô-lo à prova, pois já tinha em mente o que ia fazer.”
b) Percepção de Filipe
João 6.7: “Filipe lhe respondeu: “Duzentos denários não comprariam pão suficiente para que cada um recebesse um pedaço!”
c) Percepção de André
João 6.8: “Outro discípulo, André, irmão de Simão Pedro, tomou a palavra: Aqui está um rapaz com cinco pães de cevada e dois peixinhos, mas o que é isto para tanta gente?”
d) Percepção dos 12 apóstolos
Lucas 9.12. “Ao fim da tarde, os doze aproximaram-se Dele e disseram: Manda embora a multidão para que eles possam ir aos campos vizinhos e aos povoados, e encontrem comida e pousada, porque aqui estamos em lugar deserto”.
e) Percepção da multidão
Marcos 6.34: “Quando Jesus saiu do barco e viu uma grande multidão, teve compaixão deles, porque
eram como ovelhas sem pastor. Então começou a ensinar-lhes muitas coisas.”
Como Jesus, queria amar, teve compaixão.
Com quais destes olhares você se identificou? Com Felipe? Com André? Com os outros apóstolos? Com a multidão? Com Jesus? E qual a sua escolha a partir destas percepções?
Atitude multiplicadora é perceber como Jesus percebe.
2) Entregar
João 6.9: “Aqui está um rapaz com cinco pães de cevada e dois peixinhos, mas o que é isto para tanta gente?”
Muitas vezes, temos apenas uma oração, e quando falamos em oração, nunca é “só “. Nunca o que oferecemos é muito ou pouco. E quando Jesus começa a multiplicar, homem nenhum é capaz de fazer parar.
O que você tem nas mãos a tempo para entregar? O que Deus está te tocando hoje para entregar?
Atitude multiplicadora é entregar seus recursos nas mãos de Jesus.
3) Não desperdiçar
João 6:13: “Então eles os ajuntaram e encheram doze cestos com os pedaços dos cinco pães de cevada deixados por aqueles que tinham comido.”
Muita gente continuou sendo abençoada depois daquele dia. Doze cestos de pão poderiam alimentar muita gente por alguns dias. Atitude multiplicador: você foi abençoado? Agora abençoe outros.
O que Deus falou contigo sobre percepção, entrega e desperdício?
O que você vai fazer a respeito para ser ativado a multiplicar?

Série ATIVADOS | O QUE, ONDE E QUANDO? | Pr. Robson | 09.02.20

O QUE, ONDE E QUANDO?
Mensagem ministrada pelo Pr. Robson em 15/02/2020 Atos 16.6-15

Em nossa jornada como discípulos de Jesus, passamos por momentos que nos deparamos com as seguintes perguntas:

  • O que devemos fazer?
  • Onde devemos servir?
  • Quando devemos começar?

    Ao olharmos para o texto de Atos 16.6-15, vemos o Espírito dirigindo Paulo para realizar a vontade do Pai, e ele, numa postura de submissão e total dependência de Deus, obedeceu.

    Nas mensagens da série ATIVADOS, temos sido desafiados a perguntar para Deus o que Ele quer que façamos, onde Ele quer que façamos e quando Ele quer que façamos. Se observarmos o texto, perceberemos que a resposta de Deus a Paulo, apesar da maneira extraordinária como é revelada, não muda o que ele já estava fazendo.

    O que Deus está te dizendo? O que Deus tem falado ao seu coração durante esta série? O que Ele tem para você fazer? Quais respostas Ele tem te dado?

    Para Paulo e seus companheiros, Deus havia ordenado que eles seguissem imediatamente para a Macedônia para pregar o Evangelho. Eles sabiam o que tinham que fazer (pregar o Evangelho), onde (Macedônia), e quando (imediatamente).

    O que você vai fazer com o que Deus está te dizendo? Já compartilhou com alguém? Já se planejou? Já se preparou? Pois o que Deus põe em sua mão para fazer, Ele quer que você faça imediatamente.

    Caso você ainda não tenha, identificamos uma resposta específica de Deus sobre o que fazer, saiba que podemos fazer o que Ele já mandou que fizéssemos:

  1. Fazer discípulos (Mateus 28.19)
  2. Aos maridos, servir à sua esposa (Efésios 5.25)

Cristo fez algo extraordinário pela Igreja, e a nossa submissão a Ele se deve ao fato de que Ele fez algo que mais ninguém poderia fazer por nós. No verso 25, Paulo diz que os maridos devem amar a sua esposa e se entregar por ela, e novamente discorre sobre a liderança de Cristo sobre a igreja. Paulo não está falando de homens que são capazes de entregar a sua vida pela sua esposa, pela sua família; ele está falando de homens que são capazes de VIVER pela sua família, vivenciando uma liderança extraordinária.

SE VOCÊ NÃO SERVE À SUA MULHER, VOCÊ NÃO SERVE PARA SERVIR.

3. Multiplicamos/Repartimos somente aquilo que temos

Em 2 Coríntios 5.18-19, Paulo diz que Deus nos reconciliou com Ele, não levando em conta os nossos pecados e nos deu a missão de levar a mensagem de reconciliação ao mundo. O espírito está nos CONVOCANDO a pregarmos o EVANGELHO com nossas histórias, nossas lutas, nossas derrotas e vitórias, nossas fragilidades; tudo isso faz parte da história de Deus em nós.

O resultado de Paulo obedecer a voz de Deus é que fomos alcançados pelo Evangelho. Lídia foi a primeira convertida da Europa. A partir dela, a Europa foi alcançada pela mensagem do Evangelho e foi CONVOCADA a pregar o evangelho. A partir da Europa, a América foi alcançada pelo Evangelho, e depois de muitos homens e mulheres de Deus servirem ao Reino atendendo a ordem de ir pregar o Evangelho, ele chegou até nós.

NÃO MEÇA O QUE VOCÊ DEVE FAZER PELOS RESULTADOS IMEDIATOS, MAS PELA OBEDIÊNCIA À VONTADE DE DEUS.

Série ATIVADOS | SERVIR: PRIVILÉGIO OU OBRIGAÇÃO? | Michel | 09.02.20

SERVIR: PRIVILÉGIO OU OBRIGAÇÃO?
Michel, 09/02/2020
1 Crônicas 28:1-10

Podemos servir a Deus de duas formas: compreendendo que isso é um privilégio, uma oportunidade de fazer parte da missão do Senhor no mundo, ou por obrigação, que envolve fazer algo por me sentir forçado. A obra do Reino não para e o Senhor levanta quantos Ele quiser pra cumprir a missão, mas Ele escolheu convocar eu e você para que pudéssemos fazer parte disso. Há uma diferença gigantesca, principalmente no resultado daquilo que será desempenhado, quando um servo tem essa compreensão.

Davi foi um homem considerado “segundo o coração de Deus”, que serviu intensamente, teve seus erros, arrependimentos, foi um grande guerreiro… enfim, viveu muitas coisas com Deus. No texto de 1 Crônicas, Davi estava reunido com os líderes de Israel para dizer seus planos para construir um templo em honra ao Senhor, porém o Deus disse que ele não construiria. Como rei, ele poderia simplesmente executar, mas Ele ouviu e cumpriu a vontade do Senhor.

O rei Davi tinha a compreensão e clareza da beleza, da alegria e do privilégio que é servir a Deus, de quem nós somos e de que, se somos convocados para fazer algo para o Senhor, precisamos fazer de todo o nosso coração e de forma espontânea, não forçados ou obrigados.

Aprendemos com ele que, quando compreendemos que servir é um privilégio, eu:

1) Abro mão dos meus planos e confio nos planos de Deus.
2) Não busco a própria glória, mas a glória de Deus.
3) Encorajo outros a servir.
4) Coloco meus bens à disposição do Senhor, reconhecendo que tudo vem Dele.

O que Deus nos ensina é que o privilégio é nosso em Ele nos permitir fazer parte do que Ele quer fazer no mundo com o recurso que Ele nos dá.

Que tipo de recurso você tem colocado a serviço do Reino?

Leia 1 Crônicas 29:10-20.

Série ATIVADOS | CHAMADOS A ESTAR ATIVADOS| Raúl Villanueva| 02.02.20

CHAMADOS A ESTAR ATIVADOS

Raul, 02/02/2020

Lucas 5:1-7

Não estamos vivendo numa época de mudanças; estamos vivendo numa mudança de época. E esta época traz um mundo “vica”: volátil, incerto, complexo e ambíguo. Neste contexto, o que as grandes organizações mais buscam hoje são talentos. Se você fosse o presidente de uma organização mundial, com uma missão profunda e eterna, de expansão mundial, que quando perseguida e atacada crescesse de forma exponencial, recebendo as pessoas mais necessitadas para restaurá-las e construir coisas grandes com elas… mas você precisa ir embora e, podendo ter o melhor talento possível à disposição, a quem você contrataria para deixar encarregado desta organização? Que características você escolheria em uma pessoa para esta missão?

A partir do que Jesus conseguiu ver em Pedro para assumir esta importante missão, saiba que Deus está te chamando…

1. …A ESTAR PREPARAD@ (Lucas 5:2 / Eclesiastes 10:10)
“O sucesso ama a preparação. As oportunidades odeiam a preguiça.”

2. …A TER UMA VIDA DE ENTREGA E SERVIÇO (Lucas 5:3)
Quando percebemos que somos todos necessário, geramos sinergia.

3. …A TER TEMPO DEVOCIONAL COM ELE (Lucas 5:4) Amor = tempo

4. …A VIVER UMA VIDA DE OBEDIÊNCIA (Lucas 5:5 / 1 Pedro 2:10) Deixe a Palavra de Deus escreva um MAS na tua vida.
As grandes historias de sucesso estão escritas com capítulos de facassos.

5. …A REPARTIR COM GENEROSIDADE (Lucas 5:6,7)
Principio do boxeador: há maior felicidade em dar do que em receber.
Quando repartimos nossos dons e talentos com generosidade, criamos comunidade.

6. …A ESTAR ATIVADOS PARA SEGUIR, SERVIR E DAR VIDA (Lucas 5:8,9;10,11) Qual o “barco” que precisa ser entregue a Jesus?
Milagres acontecem pra que eu revele quem é o Senhor da minha vida.
Deixe Deus elevar tua profissão em uma missão.

Você vai atender esta chamada?

1 Pedro 2:9,10