11/40 dias C.A.F.E. | RECONHECIDOS COMO VERDADEIROS DISCÍPULOS

Enquanto o mundo encolhe com o medo, o povo de Deus ama.
RECONHECIDOS COMO VERDADEIROS DISCÍPULOS
Devocional 11 por Marcelo Maidana

“Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei, vocês devem amar-se uns aos outros. Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros.” João 13.34

Texto-base: 1 Coríntios 13

O tempo que estamos vivendo tem sido único em nossas vidas. A imposição do isolamento social faz com que tenhamos que limitar o contato físico com pessoas que tanto amamos: pais, filhos, netos, avós, amigos. Nossos encontros têm sido apenas pelas telas dos celulares, tablets e computadores. Uma das melhores expressões de afeto – o abraço – está restrito àqueles que moram em nossas casas.

Todavia, essa circunstância – a exigência do convívio em todas as horas do dia – tem exposto muitas fragilidades de relacionamento justamente com as pessoas que deveriam nos ser mais próximas: nossa família. Em nosso cotidiano, quando o convívio se reduz às horas em que estamos em casa, nem sempre isso se evidencia; porém, quando o contato se amplia para as 24 horas do dia, muitas dificuldades de relacionamento se revelam.

Nesse contexto, temos que ter sempre em mente o texto de Paulo em 1 Coríntios: “O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. […] Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.” (1 Co 13.4,5;7)

Quando agimos motivados pelo amor que Deus derrama em nossos corações e seguimos o Seu exemplo (1 Jo 4.7;11), conseguimos amar incondicionalmente apesar dos conflitos cotidianos que muitas vezes parecem intransponíveis. Quando somos tomados pelo Seu amor, temos mais paciência, agimos com bondade, abandonamos o egoísmo, o orgulho, a arrogância e o rancor. Somos mais tolerantes e colocamos o interesse dos outros acima dos nossos (Fp 2.1-4).

E qual a principal consequência da manifestação do amor de Deus em nossas vidas? “Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros.” (João 13.34)

Se queremos ser reconhecidos como verdadeiros discípulos de Jesus, precisamos revelar o amor que Ele derramou sobre nós. E o primeiro ambiente para fazermos isso é a nossa casa. Nossas famílias precisam ser as primeiras a serem alcançadas por uma vida que transborda o amor de Deus. De nada adiantará falarmos do amor de Jesus para nossos amigos se esse amor não estiver presente nos nossos lares.

Tenho pedido a Deus que sonde meu coração e me releve de que formas posso amar melhor minha esposa e meus filhos. Eles são os primeiros que sentem o impacto de minhas atitudes quando elas partem de um coração que não está imerso no amor que Deus colocou em minha vida. Entretanto, também são os primeiros que respondem positivamente quando percebem Deus em minhas palavras e ações.

Em tempos de isolamento social, que formas podemos encontrar para sermos reconhecidos como verdadeiros discípulos de Jesus? Certamente, amar nossas famílias é a melhor maneira.

Música sugerida: Essência de Deus (João Alexandre)
https://www.youtube.com/watch?v=tQDFU_1VqPM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s