26 Tiago | O PODER DA LÍNGUA | Marcelo Santos

APLICAÇÕES PRÁTICAS PARA A VIDA – Estudos na Epístola de TIAGO
Semana 04 – Enquanto o mundo usa palavras para incendiar,
o povo de Deus usa palavras para edificar.

26) O PODER DA LÍNGUA
por Marcelo dos Santos, em 28 de maio de 2020

“Com a língua, bendizemos o Senhor e Pai e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus.” (Tiago 3:9)

Lembro, em 2013, do dia em que ocorreu o incêndio da Boate Kiss, em Santa Maria, RS. A tragédia vitimou 242 pessoas e feriu outras 680, sendo considerada a segunda maior tragédia da história do Brasil ocorrida em um incêndio, ficando atrás somente da tragédia ocorrida no Gran Circus Norte Americano, em 1961, na cidade de Niterói, RJ.

Lembro dos telejornais, na época, entrando ao vivo e mostrando as pessoas sendo resgatadas dos escombros. Outros infelizmente não resistiram aos ferimentos e morreram. Amigos e familiares vinham até o local da tragédia, no sul do país, em busca de informações sobre seus entes, na expectativa de encontrá-los com vida. Enfim, um dia muito triste, não apenas para aquela comunidade, mas para todos nós que amamos Jesus e que, por amá-Lo, amamos a vida.

As investigações revelaram que o incêndio foi causado pela faísca de um sinalizador, utilizado pela banda que animava as pessoas naquele local. A faísca, ao atingir as espumas acústicas do teto, deu início ao fogo, que se alastrou rapidamente, causando um incêndio de grandes proporções, que devastou famílias com a perda de seus filhos e com a visão de sonhos e projetos igualmente mortos.

Pensando sobre esse fato terrível e suas tristes consequências, percebi que tudo ocorreu pela força de uma faísca que atingiu uma espuma. Então, lembrei-me deste texto bíblico que diz: “Semelhantemente, a língua é um pequeno órgão do corpo, mas se vangloria de grandes coisas. Vejam como um grande bosque é incendiado por uma simples fagulha.” Tiago 3:5 NVI

Queridos, a língua realmente é um pequeno órgão, mas com altíssimo poder de gerar morte. “Com a língua bendizemos o Senhor e Pai e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus.” Tiago 3:9 NVI

Assim como uma faísca teve o poder de incendiar aquela boate e exterminar vidas e sonhos, nossas palavras têm poder de restaurar vidas e sonhos quando usadas para o bem do próximo, ou de exterminá-los quando usadas de maneira inconsequente.

Tenho vivo em minha memória meu convívio, na infância, com meus primos queridos. Era maravilhoso estar com eles. Porém, infelizmente, em meio às boas lembranças, sempre vem ao meu coração uma lembrança triste, que é a falta de sabedoria do meu tio em relação ao meu primo, e que se encaixa perfeitamente no contexto do que estamos compartilhando hoje.

Há frases que sempre ouvi do meu tio, em relação ao meu primo, e que ecoam ainda hoje em minha mente: “Você é um burro”, “Você nunca será nada na vida”. Infelizmente, meu primo acreditou nessas palavras, e elas tiveram poder para desviar da rota um menino cheio de habilidades, sonhos e dons e que, ao dar crédito a essas palavras, não conseguiu concluir etapas de estudos importantes para sua formação intelectual e, mesmo na fase adulta, tem colhido frutos negativos: com todas suas habilidades, não consegue se firmar no mercado de trabalho, é um homem inconstante, sem confiança em si mesmo e de difícil relacionamento com seu próprio pai.

Não sei se as palavras que você ouviu de sua família de origem fizeram de você uma pessoa igualmente inconstante, sem confiança e com sérios problemas de relacionamentos; nem mesmo sei se palavras, de certa maneira, mataram seus sonhos ou dirigiram sua vida até o presente momento. Porém, quero te convidar a ouvir a mesma voz que o profeta Jeremias ouviu: “Antes de formá-lo no ventre, Eu o escolhi; antes de você nascer, Eu o separei e o designei profeta às nações”. (Jeremias 1:5)

Talvez você tenha adquirido marcas profundas por palavras que foram proferidas sobre você, palavras que te paralisaram, fizeram você desistir de sonhos, projetos e, quem sabe, desistir da vida.

Saiba que eu e você somos amados por Deus, chamados a um relacionamento de amor eterno, separados para cumprir o propósito dEle aqui na terra. Fomos restaurados para restaurar, curados para curar e amados para amar. Independentemente de quem pensamos ser ou de quem, aos nossos olhos, tenhamos nos tornado, Ele tem para nós uma nova história.

“Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.” (Romanos 8:38,39)

Creia nisso!

Música sugerida: Quem dizes que sou (Hillsong) | Cover MobiPraise, feat. Suelen Camila
https://www.youtube.com/watch?v=YGSyL6-X6TQ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s