Móbile #19 | Tércio e Martinha | 29.09.20

Na Batalha Espiritual Que Vivemos Na Família, Não Estamos Sozinhos!

      “Se os navios continuarem a colidir, não vão ter condições de navegação por muito tempo. Por outro lado, se os lemes de navegação estiverem quebrados, também não será possível evitar as colisões.”  C.S. Lewis

      Em nossa família, uma das coisas que temos aprendido é que relacionamentos saudáveis são, por vezes, “ralacionamentos”. Porém, também descobrimos que existe uma batalha espiritual travada na família na qual o inimigo quer transformar esses “ralacionamentos” em uma guerra, fazendo dos familiares o adversário, quando não o são. O inimigo não é o meu irmão, o meu pai ou minha mãe, ou mesmo o meu cônjuge ou filhos. Na Bíblia, aprendemos:      Finalmente, fortaleçam-se no Senhor e no seu forte poder. Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do Diabo, pois a nossa luta não é contra seres humanos, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais. Por isso, vistam toda a armadura de Deus, para que possam resistir no dia mau e permanecer inabaláveis, depois de terem feito tudo.” (Efésios 6:10-13 NVI)

      Em nosso primeiro ano de casamento, depois de uma “discussão forte”, fizemos um acordo: nas desavenças, não entraríamos mais numa disputa para ver quem de nós sairia como vencedor. Decidimos que Deus ganharia sempre. Dessa maneira, contaríamos com a ajuda Dele para lidar com as nossas diferenças.  Essa decisão não apenas salvou o nosso casamento, mas fortaleceu o respeito, o direito de ouvir e falar, abaixou a nossa resistência em relação ao outro, dando-nos um coração ensinável e desejoso por saber o que Deus pensa e espera de nós.

      Na jornada da vida há duas maneiras de naufragarmos. Uma é quando nos chocamos uns com os outros; a outra é quando as coisas quebram dentro de nós. C.S. Lewis diz que “a viagem só poderá ser um sucesso se, antes de tudo, os navios não colidirem uns com os outros e nem se colocarem no caminho uns dos outros. E, em segundo lugar, se cada navio estiver em condições de navegar e com os motores em bom funcionamento.” O fato é que essas duas condições são interdependentes: você não poderá ter uma delas se não tiver a outra.

      Conforme os anos passam e a família cresce, aumentam também as batalhas. Cada estação ou fase da vida é uma oportunidade para – por meio do perdão – aperfeiçoarmos o amor.

      Paralelamente a isso, Satanás tenta nos afastar um do outro, construindo paredes entre nós ou mesmo dentro do nosso coração. Já passamos por muitos momentos assim no nosso lar. Palavras mal colocadas, expressões mal interpretadas, ações sem amor, falta de domínio próprio, egoísmo, desrespeito, insensibilidade, isolamento, mentiras, o mau uso do dinheiro, do tempo e dos eletrônicos, a inversão de prioridades. Enfim, são tantas as brechas por onde o inimigo da família procura atuar! Perceba que os responsáveis somos nós, mas a Bíblia deixa claro que Satanás está ao nosso derredor, tentando encontrar rachaduras em nosso barco para que naufraguemos. Muitas vezes ignoramos esta verdade espiritual e somos duramente atingidos.

      Porém, há esperança na Palavra de Deus para todas as batalhas espirituais que enfrentamos na família. Temos em nós o poder para resistir ao Diabo, o poder para amar incondicionalmente, o poder para perdoar com Graça, o poder para alegrarmo-nos no Senhor e amadurecermos com as nossas dores. Estamos sempre atentos, observando esses momentos em nossa família, para não deixarmos que o inimigo se instale entre nós e ganhe vantagem nessas batalhas.

      Na prática, temos dois princípios que usamos diariamente para vencer: primeiramente, sempre resolvemos nossos conflitos no mesmo dia, cultivando, assim, a humildade, através do perdão. Descobrimos que deixar para o dia seguinte aumenta a nossa dor, traz resistência ao nosso coração e torna mais difícil perdoar. Paulo nos ensina: “Quando vocês ficarem irados, não pequem”. Apaziguem a sua ira antes que o sol se ponha e não deem lugar ao Diabo.” (Efésios 4:26-27 NVI)

      Além disso, não ignoramos as intenções do Maligno, conforme descrito em 2 Coríntios 2:11. Como família, estamos sempre nos abastecendo na força do poder de Deus, para permanecermos firmes contra as ciladas do Diabo. Fazemos isso sendo honestos sobre nossos sentimentos, procurando corrigir as nossas falhas, apreciando as diferenças que temos e oferecendo Graça uns aos outros. 

      Com certeza, se cultivarmos a prática dessas virtudes, nossa viagem será surpreendente. Superaremos as tempestades, experimentaremos muitas aventuras, conheceremos lugares inimagináveis e, por fim, alcançaremos o destino desejado, que é a boa, perfeita e agradável vontade de Deus.

      Convidamos você a embarcar nessa linda experiência chamada família, consciente de que as batalhas começam dentro do seu coração e, neste mesmo lugar, é onde elas podem parar.

Com muito amor,

Tercio, Martinha, Lailah e Hadassa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s