BUSCAR SATISFAÇÃO EM DEUS POR MEIO DA PALAVRA, ORAÇÃO E JEJUM Parte 1 | Pr. Tércio | 11.09.16

capabuscar

(Mensagem ministrada pelo Pr. Tércio em 11/09/2016)

Salmo 1:1-6

Como encontrar satisfação em Deus? Como encontrar a verdadeira satisfação? Satisfação real tem a ver com fazer da presença de Jesus nosso maior prazer e refúgio. E o primeiro caminho para isso é meditar na Palavra de Deus dia e noite. O estudo da Palavra de Deus revela o verdadeiro aspecto da satisfação do prazer. Não podemos ser satisfeitos em Deus sem a meditação e prática da Palavra. O Salmo que lemos nos revela como alcançamos essa satisfação. A forma piedosa, justa de viver garante uma (verdadeira) vida feliz, próspera, bem sucedida, plenamente satisfeita. O autor tem o propósito de mostrar que apenas vivendo na e dos princípios revelados na Palavra de Deus podemos ter a verdadeira prosperidade. Não se trata uma prosperidade necessariamente financeira, como se Deus nos quisesse, com saúde, sem problema. É algo mais profundo.

O QUE PODE ENTÃO ROUBAR A NOSSA VERDADEIRA SATISFAÇÃO?

O texto esclarece: aceitar o conselho do mundo – valores e princípios que o regem; seguir junto no caminho dos ímpios – aceitando as atitudes dos ímpios como normais para a sua vida e passar a imitar essas condutas; deliberar junto e passar a orientar, aconselhar também outros a praticarem o mal. Essas escolhas roubam a nossa real prosperidade, satisfação. Mas bem aventurado é/será quem escolhe não fazer isso.

O texto nos diz que aqueles que estão satisfeitos em Deus são “como uma árvore plantada junto a ribeiro de águas.” Essa metáfora indica que a pessoa que deseja ser abençoada precisa estar próxima da Palavra para mergulhar na vida de Deus e essa água entrar no seu coração, limpar, lavar. Somos essas árvores plantadas junto a esse ribeiro de água corrente: o próprio Deus.

O autor está dizendo que as pessoas que meditam na Palavra dia e noite vivem como árvores plantadas junto a ribeiros de águas e cujas folhas sempre são verdes, nunca murcham e no tempo certo dão fruto. O Salmo 1 fala sobre uma vida próspera, abençoada, satisfeita. A forma de viver piedosa do justo, pela Palavra, buscando satisfação em Deus pelo meditar e prática da Palavra., garante a verdadeira prosperidade e satisfação. A maneira ímpia de viver garante a verdadeira destruição. O Salmo 1 mostra dois caminhos, dois tipos de pessoas, dois destinos (prosperidade/satisfação e destruição/insatisfação).

Não existe satisfação plena, permanente e eterna fora da PRESENÇA DE DEUS E DA OBEDIÊNCIA A SUA PALAVRA, apenas satisfação temporária. Que possamos viver uma vida consistente, satisfeita no Senhor, meditando dia e noite, obedecendo a Sua Palavra.

SERVIR COM HUMILDADE, EFICÁCIA E CRIATIVIDADE | 17.07.16 | Pr. Shane

CULTOS (33)

O servir pode acontecer de muitas formas, seja por meio de uma viagem missionária ou nas atividades cotidianas da semana, mas o grande modelo de serviço que temos é o mesmo em qualquer situação: Jesus, na véspera de morrer na cruz, ajoelhado lavando os pés dos discípulos (João 13.1-4). Servir não é fácil, mas o exemplo de Jesus nos desafia a perseverar, abrir nossa agenda e lembrar nossa identidade em Deus.

SERVIR (João 13:1-4 e Lucas 22:25-27)

Jesus ensinou não somente a servir, mas a servir como um servo. O modelo de liderança que hoje é reconhecido como o melhor, o líder-servo, é o mesmo que Jesus ensinou a seus discípulos: “aquele que governa como o que serve” (Lucas 22:26). “Desculpa, não tenho tempo para servir!” O amor até o fim resolve o nosso problema com tempo “Desculpa, estão tramando contra mim!” Sei que meu Pai me deu o poder para servir e vencer! “Desculpa, isto é abaixo do meu nível!” Levantou-se para se ajoelhar!

O QUE DEUS ESTÁ ME DIZENDO? Sua família te reconhece como um servo, pronto para amar mesmo nos tempos difíceis?

O QUE VOU FAZER A RESPEITO? Esta semana, encontre uma maneira de servir cada membro de sua família!

HUMILDADE = ATITUDE (Filipenses 2:5-7 e Tiago 4:1-10) O serviço deve ser feito com uma atitude de humildade, como Jesus que sendo Deus assumiu a forma de servo e entendendo que todo o serviço, seja na igreja, família ou trabalho é para Deus. O QUE DEUS ESTÁ ME DIZENDO? Você tem servido com humildade ou tem exigido seus direitos? O QUE VOU FAZER A RESPEITO? Peça que Deus te revele quem está esperando uma palavra humilde sua!

EFICÁCIA = FOCO (1 Coríntios 9:19-22 e 24)

O chamado também é para que o serviço tenha eficácia, sermos fieis fazendo o certo. Paulo ilustra isso demonstrando que quando estamos ancorados na lei de Cristo temos liberdade para tudo para ganhar o maior número de pessoas para Cristo.

O QUE DEUS ESTÁ ME DIZENDO? O que tem te impedido de se tornar mais como as pessoas que Deus te deu para alcançar (sem abandonar Jesus?)

O QUE VOU FAZER A RESPEITO? Escolha alguém que encaixe no “fraco para os fracos” e faça algo para servi-lo esta semana, em nome de Jesus!

CRIATIVIDADE = PADRÃO (Gênesis 1:1;27, Salmo 98:1, Êxodo 31:1-4 e 1 Coríntios 10:31) Toda a criação, na sua beleza e diversidade, declara a criatividade de Deus, e como fomos criados a sua imagem também temos essa característica, portanto não temos mais desculpas. Somos chamados a expressar quem Deus é em tudo que fizermos, como na organização das férias familiares, na célula, no discipulado ou em qualquer outra atividade.

O QUE DEUS ESTÁ ME DIZENDO? Você tem clareza de que é um ser criativo com dons, recursos e talentos pelos quais Deus exigirá um retorno?

O QUE VOU FAZER A RESPEITO? Esta semana arrisque-se ao servir, dance, desenhe, cante, declame… faça algo que revele a imagem do seu Deus criador!

PRESERVAR E PROMOVER A UNIDADE DO REINO DE DEUS |12.06.16 | Pr. Ranulfo

valor domingo

(Mensagem ministrada pelo Pr. Ranulfo em 12/06/2016)

João 17:6-26

Todas as orações de Jesus impactaram vidas em determinado momento, mas, em João 17, a oração pela unidade não foi e não é apenas para um momento da história da igreja, mas ela é a oração permanente de Jesus visando a expansão do Reino de Deus, e que deve ser a nossa também, buscando o poder da unidade com Ele, com o Pai e com nossos irmãos.

Mas que Reino é esse que estamos dispostos a lutar e dar a vida para preservarmos e promover a unidade? Ele se chama IGREJA. Qual o conceito que temos de igreja? Que a igreja somos nós, que tivemos a convicção da nossa fé por meio da morte e ressurreição de Cristo. Portanto, nós não somos igreja sozinho, somos conectados a esse Reino que tem a missão de promover essa unidade do povo de Deus nesta terra.

QUAIS AS FORÇAS QUE SE OPÕEM À UNIDADE?

Existem forças que lutam contra este Reino. Que forças são estas?

MUNDO: Jesus denunciou que o mundo está contra a nossa unidade espiritual com Ele e com os nossos irmãos. Trata-se de um sistema de valores que vai contra a nossa unidade com Jesus, que vai contra a nossa unidade com os irmãos.

MALIGNO: a unidade é confrontada pelo maligno. Existe uma verdadeira batalha espiritual se travando quando desejamos viver a unidade com Cristo e com os nossos irmãos. O diabo sabe do poder da unidade da igreja, então se opõem a ela.

CARNE: não é somente o mundo e o maligno que lutam contra a nossa unidade com Jesus e com o povo de Deus. Nossa carne, o nosso EU luta contra essa unidade; por isso Jesus orou por nós e pela nossa santificação. Essas são as forças que lutam contra a nossa unidade com o Pai.

O QUE EU POSSO FAZER PARA PRESERVAR E PROMOVER A UNIDADE DO REINO DE DEUS? Preservar: como eu posso ser uma resposta a oração de Jesus sobre a unidade do seu corpo? Evitando contribuir para a divisão e partidarismo. Evitando falar mal de alguém, levantar calunia ou alimentar fofocas.

Promover: orando pela unidade do Reino de Deus, repreendendo todo espírito de divisão e partidarismo.

CALAMIDADES EM ESCALA NORMAL | 15.05.16 | Pr. Junior

pexels-photo

CALAMIDADES EM ESCALA NORMAL

(Mensagem ministrada pelo Pr. Junior em 15/05/2016)

Texto-base: João 2:1-12

Qual a melhor lembrança que você tem de uma festa de casamento? E a mais engraçada?

O primeiro milagre de Jesus aconteceu numa festa de casamento. Tudo estava indo bem, até que o vinho acabou. Naquela época, o vinho era um elemento importantíssimo num casamento, e o fim do vinho afetava a reputação e a honra do anfitrião. Oferecer vinho era demonstrar respeito pelos convidados. Não oferecê-lo num casamento era um insulto. Apesar da gravidade do ocorrido, isto não poderia ser considerado uma catástrofe. Era uma calamidade em estado normal. Quando pensamos no nosso cotidiano, a maioria dos problemas que enfrentamos são do mesmo calibre. Raramente precisamos lidar com problemas de grande impacto. No geral, os nossos problemas são feitos de “pedrinhas” e não de “blocos de concreto.”

Você consegue citar algumas circunstâncias que se encaixam nesta descrição?

As circunstâncias que afligem a nossa vida cotidiana não nos ameaçam. Mas podem vir a se tornar uma ameaça. Uma resposta infeliz para um problema simples pode servir de estopim para um problema maior. O que começa com um floco de neve pode se tornar uma enorme avalanche. Nestes momentos, talvez você queira observar como Maria reagiu. A solução dela nos apresenta um plano prático para desatar os “nós” da vida.

Diante da constatação que não havia mais vinho, Maria teve a seguinte postura: ela detectou o problema de forma simples e objetiva, e levou-o a Jesus. “Eles não têm mais vinho”, disse ela à Jesus. Ela não fez nenhuma acusação ou teve qualquer sentimento de autocomiseração. Ela simplesmente detectou o problema. É muito fácil concentrar-se em qualquer coisa, exceto na solução do problema. Porém, Maria não o fez. Ela simplesmente viu o “nó”, avaliou o problema e o levou para a pessoa certa. Ela levou-o para Jesus antes de levá-lo a qualquer outra pessoa. Ela pediu ajuda a Jesus antes de pedir ajuda a qualquer outra pessoa.

Porque muitas vezes consideramos Jesus a última opção e não a primeira?

Podemos pensar em dois motivos:

1) Sentimento de independência;

2) Sentimento de insignificância.

Às vezes, pensamos ser independentes. Começamos a pensar que somos maduros o suficiente para resolver nossos próprios problemas. Nos falta humildade para depender de alguém. A maturidade é boa e é necessária, mas Deus espera que nunca cheguemos ao ponto de nos considerarmos grandes demais para não dependermos Dele. Às vezes, nos sentimos insignificantes, que Deus não se importa conosco. Mas nunca se esqueça que Ele te ama. Ele gosta de tê-lo por perto. Você é a menina dos olhos de Deus. A última coisa que você tem a temer é ser insignificante para Deus, pois você é um filho amado Dele.

Por isso, na próxima vez que enfrentar uma calamidade normal, não esqueça: identifique o problema, apresente-o a Jesus e siga suas orientações.

O OLHAR DE JESUS

3d-glasses

(Mensagem ministrada pelo Pr. Ranulfo em 17/01/2016)

(Indicação do livro “O BARRO E A OBRA PRIMA”)

1) Lucas 7:18-35  e 15:1,2

Esses dois textos vão mostrar que Jesus exerceu seu ministério sob as críticas dos fariseus, que não compreendiam como ele podia ser um profeta ao se relacionar com publicanos e pecadores, como Zaqueu, um ladrão cobrador de impostos, a mulher adúltera (João 8) a mulher samaritana (João 4) e a mulher pecadora de Lucas 7 na casa de Simão, o fariseu.

 

O QUE JESUS ERA CAPAZ DE ENXERGAR NAS PESSOAS QUE NOS

SEUS SEGUIDORES TEMOS DIFICULDADES DE VER?

Quais são os nossos preconceitos?

Por que temos essa limitação de não ver o outro com os olhos de Jesus?

 

O QUADRO E O BARRO

Imagine você andando pelas ruas ou becos de uma cidade e você se depara com uma caçamba de lixo e, dentro dessa caçamba, você encontra um quadro completamente sujo de barro. Você desconsidera o quadro por conta da sujeira,  mas vem alguém, que conhece arte, vê o mesmo quadro sujo de barro e pega esse quadro feliz da vida poi,s na sua rápida observação, consegue enxergar a obra prima, o valor imensurável do quadro. Ele sabe que a obra de restauração vai levar tempo, precisa estar na mãos da pessoa certa. O restaurador vai começar seu processo de restauração de remoção do barro e o que impressiona ele não é a quantidade de barro, mas a linda obra que começa a ser vista; ele começa a ver mais a obra do que o barro. Ele percebe que por detrás do barro tem uma obra valiosa, que foi feita com muito zelo, amor capricho. Assim é Deus quando nos olha. Ele nos encontrou cobertos pelo barro dos nossos pecados, mas viu a obra prima criada à Sua imagem e semelhança.

 

AS ATITUDES DE JESUS GERAVAM UM CONTRASTE COM AS ATITUDES

DOS FARIZEUS DE SUA ÉPOCA

 

Zaqueu: quando  os fariseus olhavam para Zaqueu, eles só conseguiam ver o barro, a sujeira do seu pecado. Jesus olhou para Zaqueu ALÉM DO BARRO do seu pecado. Jesus viu um coração sedento por arrependimento, uma coração que desejava um estilo de vida diferente. Jesus ofereceu relacionamento para Zaqueu, “desce depresa quero ficar na sua casa hoje.”

 

A mulher samaritana: Jesus não viu o barro dos seus pecados, seus relacionamentos que não deram em nada, 5 homens agora o sexto. Jesus viu uma BUSCA DESINFREADA POR SATISFAÇÃO ALEGRIA E AMOR, BUSCANDO NO LUGAR E COM PESSOAS ERRADAS. Porque a nossa alegria e satisfação não podem estar em pessoas, mas em Deus.

 

 

O OLHAR DE JESUS ULTRAPASSA A SUJEIRA DO NOSSO PECADO

Olhando para o nosso coração e atitudes, será que estamos mais

parecidos com Jesus ou com os farizeus?

 

O QUE DEUS VÊ?

Todos estão na mesma condição no que diz respeito as efeitos da queda:

“…pois todos pecaram e estão destituídos da gloria de Deus.” Romanos 3:23

“…não há um justo se quer.” Romanos 3:10

 

JESUS NÃO FAZ ACEPÇÃO DE PESSOAS

“Meus irmãos, como crentes em nosso glorioso Senhor Jesus Cristo, não façam diferença entre pessoas, tratando-as com parcialidade.” Tiago 2:1

 

Deus nos vê iguais, mas nós olhamos o outro com diferença. Porque isso acontece com a gente? Por que somos treinados a reagir de acordo como percebemos o outro. O texto afirma que toda atitude de discriminação não vêm do Senhor e envergonhamos e entristecemos o nosso Senhor ao fazer isso.

Olhar com os olhos de Jesus é remover os preconceitos e as injustiças do nosso coração. A maneira como nos comportamos diante das pessoas vai dizer aquilo que realmente cremos acerca de Deus.

Olhar com os olhos de Jesus é não ser juiz para comparar as pessoas (Mateus 7:1). Essa confusão de distinção vem de Satanás e a mentira que talvez você já ouviu é a de que “eu não consigo amar tal pessoa”.

“Se alguém afirmar: “Eu amo a Deus”, mas odiar seu irmão, é mentiroso, pois quem não ama seu irmão, a quem vê, não pode amar a Deus, a quem não vê.” 1 João 4:20

É o Espírito Santo que muda a nossa forma de ver o mundo e as pessoas com quem nos relacionamos.

 

VOCÊ ESCOLHE A QUEM AMAR?

Amar é, antes de tudo ficar vulnerável… Se você quer, com certeza, manter (seu coração) intacto, então não deve da-lo a ninguém, nem mesmo a um animal.Envolva-o cuidadosamente com distrações e pequenos luxos; evite todos os embaraços; tranque-o na segurança do cofre de seu egoísmo. Mas nesse cofre- seguro, escuro, inerte e sem ar, seu coração mudará. Ele não se quebrará:torna-se à inquebrável, impenetrável, irredimível…O único lugar onde você pode ficar absolutamente livre do perigo de amar é o inferno. (C.S. Lewis – Os quatro amores)

 

O OLHAR DE JESUS PARA AS PESSOAS NÃO ESTAVA EM VER SOMENTE O SER OU

O POSSUIR, MAS NA POSSIBILIDADE DE DEUS RESTAURAR SUA OBRA PRIMA

 

Jesus não olhava a aparência exterior mas o que havia no coração (viúva pobre).

Jesus não julgava as pessoas pelo seu passado, mas ele via o potencia de futuro (Paulo)

 

COM QUE OLHOS JESUS O VÊ?

Jesus vê as pessoas como doentes espirituais.

“Ouvindo isso, Jesus lhes disse: “Não são os que têm saúde que precisam de médico, mas sim os doentes. Eu não vim para chamar justos, mas pecadores”. Marcos 2:17

Jesus olha para cada ser humano como filhos perdidos, desgarrados, que sabem que nada tem e nada merecem, mas que por fé, recebem o presente de amor, que é graça salvadora e transformadora. Aos que não se vêem como perdidos e pecadores – pessoas poderosas,  cheias de inteligência humana, mas que não buscam um favor que não merecem – estão sentenciados ao inferno e sem direito a cela especial pelo conhecimento que possuem! Essa era a dificuldade dos farizeus, que não compreendiam que precisavam de um Salvador e que eles não eram melhores nem piores que ninguém.

 

O QUE EU VEJO…

…em um POLÍTICO CORRUPTO?

…em um USUÁRIO DE DROGAS?

…em uma GAROTA DE PROGRAMA?

…em um CRIMINOSO?

…em um RELIGIOSO? (Seja ele católico,  espirita, satanista, evangélico…)

…no meu VIZINHO?

…no meu CHEFE de trabalho?

…em minha ESPOSA e FILHOS?

 

O QUE VOCÊ VÊ NAS PESSOAS VAI DETERMINAR QUEM VOCÊ SE TORNA

Se você só vê o barro, você vai ser um julgador, um preconceituoso, um farizeu… e o que você se torna, respiga sobre as pessoas que você tem influência.

VOCÊ NÃO PODE VER O OUTRO COMO OBRA PRIMA SEM PRIMEIRO OLHAR PARA SI MESMO

“…vocês estavam mortos em suas transgressões e pecados,” Efésios 2:1

Esse era o nosso estado espiritual diante de Deus. Estávamos mortos = morto não tem vontade própria, não fala, não anda, não enxerga, é conduzido pelo outros.

Não há força em nós mesmos para uma restauração espiritual sem a intervenção da graça divina. Não temos poder para limpar o nosso barro, só possível por meio da graça!

O QUE VOCÊ VÊ NAS PESSOAS É IMPORTANTE!

Jesus sonha com sua Igreja olhando para qualquer pessoa dessa cidade como uma obra prima criada à imagem e semelhança de Deus. (Gênesis 1:27)

O pecado teve a capacidade de afastar o homem de Deus, trouxe separação. (Isaías 59:2)

Por meio de Jesus pelo seu sacrifício na cruz, todos podem novamente se relacionar com Deus, pois o pecado foi removido ele nao tem mais o poder de obstruir essa relação entre o Homem e Deus. (João 3:16,17)

 

“Jesus, me dá teu olhar, remove do meu coração todo preconceito, injustiça, me perdoa por ser uma pessoa egoísta, que faz acepção de pessoas e por olhar o barro das pessoas e não enxergar a obra prima que elas são para Ti.”

“Deus, eu quero os Teus olhos, para ver as Tuas possibilidades de tranformar qualquer pessoa, que o Senhor remova do meu coração todo julgamento, crítica destrutiva… eu quero crer que onde a graça chegar, tudo pode ser transformado.”

JESUS É O CENTRO

jesus arte

JESUS É O CENTRO

(Mensagem ministrada pelo Pr. Shane em 10/01/2016)

O que você procura? Muitos de nós estamos procurando por um refúgio em meio as tempestades da vida, outros procuram um grupo de amigos para caminhar junto, em comunidade, alguns procuram simplesmente por um milagre que os possa salvar da sua situação atual, e, por fim, muitos de nós procuramos por respostas para as nossas insistentes dúvidas. Hoje, não amanhã ou quem sabe um outro dia, você encontrou o que procura. Sabendo ou não, Jesus Cristo, Rei dos Reis, crucificado e ressuscitado, retornando em glória, é tudo o que você procura.

Jesus é a calmaria em meio as tempestades, a fonte de toda verdadeira e completa comunidade, poderoso para realizar o sobrenatural, a resposta para as nossas dúvidas. Acima de todas as milhares de teorias de conspiração que nos cercam e, ainda, todo o real domínio dos seres espirituais que nos afligem, está Aquele que governa soberano: João 1.1-5.

O grande mistério de Deus, das nossas vidas e do Universo, resume-se a Jesus. Qualquer conhecimento e sabedoria não se compara a preciosidade da vida, morte, ressureição e glorificação de Jesus (1 Co 2. 2). A boa notícia é essa: Jesus, o Filho de Deus, veio ao mundo, se tornou homem, viveu uma vida sem pecado e agradou o Pai em tudo, foi crucificado, tomando sobre Si a punição reservada àqueles que desobedeceram Seu Criador, redimindo aqueles que iriam crer no Seu sacrifício, reestabelecendo a paz entre Deus, o homem que creu e toda a Criação. No terceiro dia após a Sua morte, o Deus Pai ressuscitou Jesus, demostrando Sua satisfação com o Seu sacrifício, assegurando-O que seria glorificado acima de tudo e todos e daria vida abundante para aqueles que creram Nele. Na Bíblia essa história nos é revelada.

Cada palavra, no Antigo e Novo Testamento, proclama a beleza de Jesus. A leitura de cada texto e a exposição das nossas convicções cristãs só é completa quando sua conclusão final é: Jesus é tudo que temos! Jesus é melhor e mais poderoso! (Colossenses 1.15-20). O evangelho de Jesus Cristo é o centro de tudo.

Nossa busca por alegria, paz, esperança e amor, camuflada pelo desejo por sucesso, dinheiro, fama e diversão, tem sua resolução em Jesus. Sabendo ou não, Jesus Cristo, Rei dos Reis, crucificado e ressuscitado, retornando em glória, é tudo o que você procura.

Imagine agora o valor do nosso Jesus: Mas quando alguém se converte ao Senhor, o véu é retirado. Ora, o Senhor é o Espírito e, onde está o Espírito do Senhor, ali há liberdade. (2 Cor. 3.1617)

E agora? Nos resta refletir e agir (Filipenses 2.9-11):

1. Esta é a primeira vez que você ouviu sobre quem Jesus é? Se sim, quais suas considerações? Se não, há algum novo aspecto do evangelho que você percebeu somente agora?

2. Caso você já tenha se arrependido dos seus pecados e confessado Jesus como sua única esperança, suas ações tem refletido essa verdade? Você tem deixado seu pecado de lado por amor a Jesus? Temos considerado Jesus precioso acima de todas as coisas, incluindo nosso desejo por bem-estar, ser amado e compreendido ou ter nossos questionamentos respondidos?

3. O que você tem buscado nessas últimas semanas? Refúgio na tempestade, fazer parte de uma comunidade, receber um milagre ou encontrar respostas? Analise suas motivações, coloque-as diante do Senhor, pedindo que Ele o dê fé para crer que todas as resoluções estão na vida, morte, ressureição e glorificação de Jesus.

CONSELHOS PARA UMA FÉ SAUDÁVEL E FRUTÍFERA

995337-children-hug

(Mensagem ministrada pelo Pr. André em 03/01/2016)
Texto-base: 1 Jo 3:19-24

Dinâmica: inicie sua célula perguntando: Quem gostaria esse ano de amar mais? Demonstrar mais amor? Pergunte: como se sentem ao ouvir que precisam amar mais?

O apóstolo João nesse texto nos traz dois conselhos:

  1. NUTRA SUA FÉ DE GRAÇA E NÃO DE COBRANÇAS

“Assim saberemos que somos da verdade; e tranquilizaremos o nosso coração diante dele quando o nosso coração nos condenar. Porque Deus é maior do que o nosso coração e sabe todas as coisas.” 3:19-20

 João está explicando que podemos e devemos nos avaliar diante de Deus porém, depois dessa avaliação, precisamos acalmar nosso coração diante de Deus.

É como se ele estivesse dizendo que o amor de Deus é maior que a nossa avaliação.

Ao mesmo tempo, o apóstolo João estava combatendo uma mensagem gnóstica que era fria de ações e desprezava a comunhão e os relacionamentos.

NUTRA SUA FÉ DE AMOR PRÁTICO!

Nutrir [sig.:] alimentar, adquirir peso, engordar.

COMO EU FAÇO ISSO?

1.1 PASSE TEMPO NA PRESENÇA DO PAI

Por que quem passa tempo na presença do Pai não quer sair mais.

Cada dia é uma oportunidade para você receber + da presença de Deus. Separe tempo no seu dia para ler a Palavra, para orar, assistir um video, ouvir uma mensagem, ler um bom livro. Quando passamos tempo na presença do Pai, conhecemos mais do coração do pai.

PERIGO: Diante de uma agenda tão cheia corremos o risco de substituir a presença do Pai pela nossa lista de tarefas e cobranças.

Muitas pessoas não se sentem amadas por Deus por que projetam em Deus o amor que recebem de suas famílias. E às vezes esse amor é falho.

Existem filhos que passam a vida inteira sentindo-se cobrados e não amados.

COMO RESOLVER?

Pergunte para o seus pais se eles amam você. Resolva isso.

Se você não pode mais perguntar para seus pais, pergunte agora para Deus.

Sugestão: música “Me ama” (Ana Paula Valadão)

O  amor de Deus não está condicionado a teus acertos.

Se relacione com o Pai, deixe Ele falar ao seu coração.

Nutra sua fé na presença dEle, deixe Ele guiar suas ações.

Pare de lutar com teus ressentimentos. Abandone isso hoje.

Nutra a sua fé com as palavras do seu Pai e deixe esse amor levar você a agir em amor. Esse é um processo natural. O viver em amor é uma segurança de que estamos na trilha certa.

 

  1. AME QUEM ESTIVER POR PERTO

“E este é o seu mandamento: Que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo e que nos amemos uns aos outros, como ele nos ordenou. ” v. 23

 Creio que nessa carta, João escreve para simplificar a vida dos discípulos. Ele estava ajudando seus discípulos a permanecerem. Tirando as dúvidas.

Creia em Jesus e ame quem estiver por perto.

Os mestres gnosticos da época de João ensinavam que Cristo era uma das muitas emanações da divindade, não era o Salvador e Mediador. O primeiro passo para ser um discípulo de Jesus é crer que Jesus é o único Senhor, único Salvador e único mediador entre Deus e os homens. Estabelecer Jesus como único nome a quem você vai recorrer na hora da aflição.

 “Não há salvação em nenhum outro, pois, debaixo do céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos.” Atos 4:12

É como se ele estivesse estabelecendo uma linha de raciocínio clara e objetiva. Quem está em Jesus, aceita Seu amor e ama quem está perto.

 

COMO?

 2.1 APROVEITE AS OPORTUNIDADES

Dinâmica: converse sobre maneiras práticas para amar pessoas.

2.3 APROVEITE PARA DERRAMAR BONDADE PARA QUEM ESTÁ PERTO DE VOCÊ

A verdade é que não conseguimos fazer o bem a todo mundo, são mais de 7.125 bilhões de pessoas. Mas podemos derramar bondade em quem estiver perto.

Ilustração: exemplo de José um homem bom. (Mt. 1.18-24)

Você tem sido bondoso com quem está perto de você?

Seus filhos podem dizer “meu pai é um homem bom”?

Sua esposa pode dizer “meu marido é um bom homem”?

Os pais da sua esposa podem descansar que você vai cuidar de sua filha com bondade?

Seu marido pode dizer “minha esposa é bondosa comigo”? Ela só faz o bem para nossa família?

 

2.2 APROVEITE SEU TEMPO PARA AMAR

Ilustração: trecho do filme última viagem a Las  Vegas.

É preciso amar as pessoas que estão perto de nós. Precisamos dizer, expressar, manifestar, declarar o que sentimentos e pensamos. Precisamos acabar com o mito do “eles já sabem!”

Talvez você vai procurar alguém para abraçar e declarar o seu amor. Talvez você vai ligar para alguém. Talvez você precisa fazer as pazes com alguma pessoa. Começe o ano novo com vida nova.

Creia em Jesus, nutra essa fé e ame quem estiver ao seu redor. Aproveite seu tempo.

As pessoas à minha volta não podem ter dúvidas que são amadas por mim!

Ilustração: no DVD dos 35 anos do Asaph Borba ele canta uma canção que diz:

Rastros de amor, foi o que eu segui

Rastros de amor, quero deixar aqui

Acima de todo o brilho do mundo, o exemplo é o que deve ficar

Para que aqueles que seguem meus passos

Nunca venham a se perder

E como Jesus possam ser

 

DESAFIO

  • PASSE + TEMPO NA SALA DO PAI
  • RECEBA AMOR E ACEITAÇÃO
  • AME QUEM ESTIVER POR PERTO
  • SEJA BOM PARA QUEM ESTIVER PERTO
  • DEMONSTRE, FALE, COMUNIQUE O AMOR.